Arquivo da categoria: Super Nintendo

Legend – Super Nintendo e PlayStation

A cada nova geração de videogames um se destaca por ser a vitrine de vários jogos das mais variadas qualidade e gêneros seja por contrato diretos entre as empresas produtoras de jogos e a dona do console ou por facilidade para fazer jogos para determinado sistema e claro o fator principal que é a aceitação do publico por determinado console. Na era 16 bits foi o Super Nintendo que em sua época foi a soma de todos esses fatores que citei acima desde contratos a aceitação do público e com isso muitos jogos de pequenas e médias produtoras chegaram ao publico geral e muitas pequenas joias surgiram. O jogo de hoje é um joia esquecida do publico geral, mas não de quem jogou mesmo ele na época.

100048-legend-snes-front-coverlegend_playstation_box

Legend é o jogo e beat’m up é seu gênero embora algumas pessoas classificam o jogo como um hack’n slash, mas são detalhes pequenos perto da diversão.

Legend é ambientado em mundo medieval onde Beldor, o Maleficente, reinou como um déspota sobre o reino de Sellech por mil anos. Tudo era caos e destruição. Muitos cavaleiros foram em uma cruzada final para destruir Beldor mas nenhum retornou. O povo uniu-se, construiu heróis energizados e aprisionou a alma de Beldor. Agora, Clovis, filho corrupto do Rei de Sellech, quer aproveitar o poder de Beldor e conquistar o reino.

captura-de-tela-de-2017-03-01-11-07-33captura-de-tela-de-2017-03-01-11-07-51 captura-de-tela-de-2017-03-01-11-08-09captura-de-tela-de-2017-03-01-11-08-33

Essa é uma tradução direta do testo da apresentação do jogo.

O jogo é para um ou dois jogadores onde Kaor (primeiro player) e Igor (segundo player).

No jogo você terá itens que irão ajudar você e muito, pois o jogos não é nada fácil. Você conta com magia também que são os fracos que caem dos inimigos quando você elimina eles, algo parecido com Golden Axe, você também verá que ao derrotar inimigos eles deixam cair algumas chaves e essas chaves serão usadas para abrir alguns baús.

captura-de-tela-de-2017-03-01-11-08-51captura-de-tela-de-2017-03-01-11-09-08 captura-de-tela-de-2017-03-01-11-09-33captura-de-tela-de-2017-03-01-11-09-48

Legend tem gráficos muito bem feitos e personagens muito bem desenhados (destaque para os zumbis no pântano) e cenários bem legais e bem construídos tem alguns que são bonitos pra caramba e isso da uma ótima ambientação ao jogo. Só existe um ponto negativo que acho que 10 entre 10 jogadores irá comentar isso, a lentidão dos personagens para andar, eles são um pouco lento como se pesassem toneladas para andar, mas a jogabilidade de Legend é muito boa e a voadora do personagens é o melhor golpe do jogo, mas tirando esse detalhe da lentidão não creio que haja mais nada de negativo para um jogo de Beat’m up.

captura-de-tela-de-2017-03-01-11-10-11captura-de-tela-de-2017-03-01-11-10-27 captura-de-tela-de-2017-03-01-11-10-41captura-de-tela-de-2017-03-01-11-10-58

Se você realmente nunca ouviu falar de Legend para Snes não se preocupe a única menção desse jogo no Brasil foi feita na revista SuperGamePower e na época foi o único meio de saber sobre o jogo sem joga-lo diretamente.

captura-de-tela-de-2017-03-01-11-42-53

A quem duvida do sucesso do jogo, mas ele teve sucesso suficiente para a Seika que resolveu fazer um remake para a nova geração que videogames que surgia depois da era 16 bits e em 1998 quatro anos após a versão original uma nova versão chega ao PlayStation que etão agora é a nova vitrine de games cargo que era do Snes.

captura-de-tela-de-2017-03-01-12-28-22captura-de-tela-de-2017-03-01-12-28-48

So que o jogo saiu muito diferente para ser considerado remake mudou tudo no jogo menos o nome e o logotipo Legend.

A história é diferente ela é assim:

Há caos e desespero no reino de Tovakia. O irmão criminoso do rei foi exilado para viver como um fora da lei nas bordas exteriores do mundo depois de várias tentativas violentas de assassinar o rei e assumir o trono. Saturado de ódio e ganância, o irmão não permanecerá no esquecimento por muito tempo. Ele frequenta um Feiticeiro das Trevas para aprender os poderes do mal e da magia negra. O Rei não se sentirá seguro por muito tempo. Depois de anos de estudos, o irmão maligno se torna um Feiticeiro das Trevas e está pronto para enfrentar seu irmão o qual odeia com todo o seu coração frio, mas ele não pode fazer isso sozinho. Ele precisa de um exército, uma força de guerreiros para romper as defesas de seu irmão. Ele, portanto, se volta para Morlock o Soulthief para ajuda e apoio. Os demônios malignos concordam com os esquemas viciosos do Rei.

captura-de-tela-de-2017-03-01-12-29-06captura-de-tela-de-2017-03-01-12-29-33

Viu? Bem diferente da história do Snes.

O jogo agora é em 3D e possui três personagens ao invés de dois do jogo anterior e nem os personagens do anterior não estão nesse jogos. Todos os três personagens são novos (eles levaram a palavra remake a serio mesmo)

Legend para PlayStation traz também a possibilidade de trocar de armas, são oito a disposição.

O personagens possuem características que influenciam muito ao utilizar as armas. Como eu disse são três dois homens e uma mulher.

captura-de-tela-de-2017-03-01-12-29-59captura-de-tela-de-2017-03-01-12-30-16

Personagens

Axel – É o personagem mais equilibrado dos três. Possui habilidade com todas as armas.

Tara – Agilidade é a melhor qualidade dela ela é boa com armas leves.

Karo – O mais forte dos personagens, mas é meio lento. Sua especialidade são as armas pesadas.

Armas

Sword

Long Sword

Double Sword

Knives Stick

Heavy Axe

Crossbow

Cannon

Magic Gauntlets

O jogo é dividido em cinco Stages

Stage 1 – Dark Forest

Stage 2 – The City

Stage 3 – Arena

Stage 4 – Evil Church

Stage 5 – Dark Fortress

Embora houve grandes boa mudanças o jogo não é melhor que o jogo original.

Começando pela movimentação dos personagens, tão lenta quando dos personagens do primeiro jogo. Outro ponto importante é a voz chata que colocaram a cada luta que você começa. A cada inimigo que você enfrenta um voz fica gritando “fight” “fight”, mas só quando você fica sem enfrentar ninguém e de repente aparece alguém se você já esta lutando e aparece outro inimigo essa voz não “aparece”. Os cenários são “pobre” perto do jogo original, embora a arde 2D do jogo lembra muito o primeiro jogo. Legend para o PlayStation não é ruim ele é bom, mas se comprar com o jogo do Snes a versão do PlayStation é mais fraca, mas isso é uma opinião pessoal eu recomendo jogar os dois jogos e você tomarem suas próprias conclusões.

captura-de-tela-de-2017-03-01-12-30-32

Antes de terminar vale comentar uma pequena curiosidade. O primeiro jogo foi feito somente por duas pessoas que também são os fundadores da Seika seus nomes são Carlo Perconti e Lyes Belaidouni. Tudo no jogo a arte, a musica a programação tudo foram eles para conferir isso basta ver os créditos no fim do jogo, só dá eles. Na Versão do PlayStation também tem envolvimento deles. É claro, o produto é deles.

Obrigado pela visita e boa jogatina.

F-Zero – Super Nintendo

A Nintendo sempre foi uma empresa além de produzir consoles sempre inovadores ela criou jogos que marcaram gerações de seus fãs e até mesmo entre seus concorrentes e inovação no mundo dos games sempre esteve ligada a Nintendo.

1-fzeroboxartc5d9a5f8369c56658d09e38238c2d93b

Com essa visão a Nintendo trouxe para o seu recém lançado console Super Famicom em 1990 um jogo que já usava os recursos do Mode 7 (um chip que tem no console e era responsável por efeitos de rotação e zoom nos jogos) que era uma novidade na época e esse jogo era F-Zero.

F-Zero é um jogo de corrida futurista, na verdade o jogo se passa em 2560 e os veículos são uma especie de hovercar que são veículos que flutuam acima do solo e até mesmo as pistas parecem estar acima do solo real, mas é melhor contar a história do jogo para você conhecer melhor.

captura-de-tela-de-2017-03-01-10-23-20captura-de-tela-de-2017-03-01-10-23-31

Como já foi dito o jogo se passa em 2560. A Terra já tinha feito contatos com outras raças do universo e muita gente fez bons negócios com essas raças. Multi-bilionários se uniram para criar uma nova forma de entretenimento baseando na Formula 1 só que com veiculos muito rápidos e que ficam acima do solo. Essa nova modalidade automobilística recebeu o nome F-Zero e levou as corridas a outros patamares de entretenimento.

Bem a história simplesmente é básica, pois até então durante o jogo não existe um história sendo contada.

O circuitos de corrida em três Ligas (dificuldades) e cada Ligas contem cinco corridas vencendo todas as Ligas você vê o final do jogo e alem de registrar suas vitórias que você pode rever na opção Record na tela inicial do jogo.

Ligas e suas pistas.

Knight League (Easy) Queen League (Moderate) King League (Hard)
     
Mute City I Mute City II Mute City III
Big Blue Port Town Death Wind II
Sand Ocean Red Canyon I Port Town II
Death Wind I White Land I Red Canyon II
Silence White Land II Fire Field

Personagens e suas naves

Piloto Veículo
   
Captain Falcon Blue Falcon
Dr. Stewart Golden Fox
Pico Wild Goose
Samurai Goroh Fire Stingray

F-Zero não é um jogo fácil ele possui elementos que traz um bom desafio para o jogador e tudo começa na escolha do veiculo que você irá pilotar.

Todos tem velocidades absurdas registradas no velocímetros, mas a forma que a nave chega a sua velocidade máxima influencia muito em determinadas pistas. Deixe-me explicar melhor isso.

captura-de-tela-de-2017-03-01-10-24-01captura-de-tela-de-2017-03-01-10-24-18

Você escolhe uma nave que tem uma aceleração rápida e que chega a velocidade final dela rapidamente e assim fica mais fácil já na arrancada assumir a primeira posição esse tipo de veiculo é bom em circuitos onde você precisa frenar muito por causa das curvas bem fechadas e assim é fácil recuperar uma posição perdida ao fazer uma curva por exemplo. Então esse seria a melhor nave do jogo? Não. Todos os carros possuem uma desvantagem que é a “armadura” deles.

Durante o jogo as naves recebem danos que irão diminuir a “vida” do veiculo seja na colisão contra o guard rail ou contra outras naves você receberá danos, mas eles podem ser reparados.

captura-de-tela-de-2017-03-01-10-24-41captura-de-tela-de-2017-03-01-10-25-07

F-Zero tem um pit-stop onde você não precisa parar e perder posição. O pit-stop é a faixa brilhante próxima a linha de partida/chegada basta passar por cima dela que uma nave ira fazer os reparos na sua nave. Fique esperto para não perder esses reparos você vai precisar, pois o jogos vai fazer você bater muito especialmente em outras naves e evite isso ao máximo porque ao bater em outro veiculo, pois o jogo tem o efeito bump car (aqueles carrinhos de batidas que tem em parques de diversões) então quando você bate em um carro você é “arremessado” e você pode bater em outro carro ou contra o guard rail e ficar batendo varias vezes e com isso vai seu carro vai ficando avariado e pode chegar a explodir e por falar em explodir você verá algumas naves brilhando na pista evite até de tocar nela por que ela esta a ponto de explodir e se relar nela ela vai explodir causando um grande dano em você.

captura-de-tela-de-2017-03-01-10-25-35captura-de-tela-de-2017-03-01-10-33-55

F-Zero é daqueles jogos que nasceram grande, já nasceu sendo um sucesso e até hoje é muito valorizado por ser o primeiro jogo da serie e por ser uma referencia para uma geração de jogadores. Além disso sua dificuldade de jogo mostra que ele não é para qualquer um mesmo na condição mais fácil ele é bem dificil talvez seja isso que chegar ao fim do jogo é uma grande satisfação.

Obrigado pela visita e boa jogatina.

Super Mario Kart – Super Nintendo

A Nintendo sempre teve uma dedicação muito grande com suas “pratas da casa”. Quando ela anuncia um jogo das franquias Super Mario, Zelda e Metroid por exemplo pode ter certeza serão grande jogos e em 1992 a Nintendo lançou um novo estilo de jogo para a franquia Super Mario. Naquele ano chegava as prateleiras das lojas Super Mario Kart e os donos de Super Nintendo tiveram muito motivo para ter um sorriso de orelha a orelha.

super_mario_kart

Super Mario Kart é tão divertido é tão viciante que muitas outras produtoras copiaram a forma “Kart” e influenciou até na geração PlayStation.

No jogo você tem 8 pilotos, todos pertence ao mundo de Super Mario são eles:

captura-de-tela-de-2017-01-17-13-24-48-6a-copia Mario

captura-de-tela-de-2017-01-17-13-24-48-4a-copia Luigi

captura-de-tela-de-2017-01-17-13-24-48 Princesa Peach

captura-de-tela-de-2017-01-17-13-24-48-outra-copia Toad

captura-de-tela-de-2017-01-17-13-24-48-3a-copia Yoshi

captura-de-tela-de-2017-01-17-13-24-48-7a-copia Donkey Kong Jr.

captura-de-tela-de-2017-01-17-13-24-48-copia Bowser

captura-de-tela-de-2017-01-17-13-24-48-5a-copia Koopa Troopa

Cada piloto possui uma habilidade ao volante. Por exemplo Mario é o que possui maior equilíbrio com controle e velocidade, mas personagens mais pesados como Bowser e Donkey Kong que são mais pesados eles demoram mais para acelerar, mas pode usar o peso deles para empurrar os outros concorrentes para fora da pista.

captura-de-tela-de-2017-01-17-13-23-24captura-de-tela-de-2017-01-17-13-24-28

No modo Single Player você pode jogar no modo Mario Kart GP e Time Trial.

Em Mario Kart GP você disputa campeonatos divididos por cilindradas (50cc, 100cc) que também é a dificuldade do jogo lógico que quanto mais baixa a cilindrada mais fácil. O modo Time Trial é para quebra de recordes de volta nas pistas.

captura-de-tela-de-2017-01-17-13-24-59captura-de-tela-de-2017-01-17-13-25-18 captura-de-tela-de-2017-01-17-13-25-50captura-de-tela-de-2017-01-17-13-26-14

O jogo também da pra jogar contra um (a) amigo(a) no multiplayer em tela dividida, bem na verdade até na modo Single Player é tela dividida, mas na ausência de um segundo player a tela vira uma mapa de posições dos pilotos.

Outro atrativo legal do jogo são os power ups. Não basta a habilidade de piloto dos personagens para vencer uma corrida você vai precisar sacanear o piloto que esta a sua frente ou atras de você tentando ultrapassar você. Você conta com cascos de tartarugas para arremessar contra outro piloto, cascas de banana para fazer os outro pilotos derraparem, bem vocês entenderam que as brigas podem ficar serias e isso é bem legal. Os power ups estão no blocos no chão das pistas, sabe aqueles blocos que o Mario da cabeças para pegar seus poderes? Então eles foram para no chão então aproveite muito desses power ups.

captura-de-tela-de-2017-01-17-13-26-31captura-de-tela-de-2017-01-17-13-28-21 captura-de-tela-de-2017-01-17-13-27-35captura-de-tela-de-2017-01-17-13-27-17

Super Mario Kart é viciante em qualquer época que você venha a joga-lo você vai jogar mesmo do começo ao fim, mas não se engane e pense que o jogo é fácil. Realmente é fácil nas primeiras pistas, mas conforme você avança o jogo vai ficando mais dificil e nem as pistas ajudam você e dai pra frente você vai depender de sua habilidade mesmo, mas tudo isso é divertido.

Muito Obrigado pela visita e boa diversão.

Zombies Ate My Neighbors – Mega Drive e Super Nintendo

Zombies Ate My Neighbors foi desenvolvido pela Lucas Arts e lançado pela Konami em 1993 para o Mega Drive e o Super Nintendo, mas hoje em dia é fácil achar o jogo no Virtual Console para o Wii.

maxresdefault2364727-snes_zombiesatemyneighbors

A primeira impressão que você tem ao começar Zombies Ate My Neighbors é que ele é uma paródia sobre filmes antigos de terror, mas em uma analise mais profunda ele também é uma homenagem aos filmes de terror. Essa homenagem vai desde os filmes de ficção cientifica e terror com os monstro clássicos (vampiros, lobisomens, etc.) até os filmes Slashers tipo Sexta-Feira 13 e Halloween ótimo para quem é fã de filmes de terror.

captura-de-tela-de-2017-01-17-11-13-08captura-de-tela-de-2017-01-17-11-13-25

No jogo você é Zeke ou Julie ou melhor ainda, os dois, caso tenha alguém para jogar com você e cabe aos dois heróis do jogo resgatar seus vizinhos antes que os zumbis os peguem. Bem não há somente zumbis existem outros monstros que você terá de enfrentar também.

O jogo não se limita a zumbis somente, embora eles sejam as “estrelas” na capa do jogo, existem vários outros inimigos que fazem referencia a vários filmes de terror (deixarei um pequena lista de filmes legais e que foram referencia a esse jogo no fim da matéria). Além dos vampiros e lobisomens que já citei tem alienígenas, OVNIs, formigas gigantes, bebês demoníacos e bonecas possuídas. O jogo possui 55 estágios que vão de áreas suburbanas (onde começa salvando seus vizinhos) e depois disso você vai um shopping center, para uma piramide, um castelo mal assombrado, etc..

captura-de-tela-de-2017-01-17-11-13-43captura-de-tela-de-2017-01-17-11-14-05

Para enfrentar a grande variedade de inimigos existe também uma grande variedade de armas e algumas bem exóticas. Você tem a disposição pistolas d’aguas, lata de refrigerantes explosivas, lança chamas, crucifixos, pratos, extintores de incêndio, etc. Você tem que ficar atento a seu tipo de arma contra um determinado tipo de inimigo por exemplo contra vampiros use crucifixos, outra arma não será eficiente

A história do jogo é a seguinte:

Um cientista maluco chamado Dr. Tongue vem realizando um monte de experiencias com monstros em seu castelo e agora ele simplesmente soltou eles em uma vizinhança próxima e assim começou o terror do moradores daquele bairro. Dois adolescentes Zele e Julie vendo o ataque das criaturas a seus vizinhos resolvem tomar uma atitude e dar um jeito de salvar seus vizinhos e amigos, munidos de armas nada convencionais ele parte com tudo para cima dos monstros.

Existem poucas diferenças entre as versões Mega Drive e Super Nintendo, mas na versão do Mega Drive o lança chamas foi removido e só.

captura-de-tela-de-2017-01-17-11-14-54captura-de-tela-de-2017-01-17-11-15-53

Você também irá encontrar esse jogo com o titulo de Zombies. Em países como Portugal, Noruega França, Espanha, Dinamarca, Finlândia, Áustria, Alemanha, Reino Unido, Itália e Suécia o jogo sofreu censura e por isso que o titulo.

2653685-2425737634-20848

Zombies Ate My Neighbors é um dos jogos mais legais que já foram lançados a Lucas Arts sempre fez grande jogos creio que nã ha um jogo ruim dessa produtora e Zombies Ate My Neighbors não é uma exceção. Pode comprar de olho fechado.

captura-de-tela-de-2017-01-17-11-16-37captura-de-tela-de-2017-01-17-11-16-52

Eu falei que iria deixar uma lista de filmes e vou, mas gostaria de deixar duas bandas em particular que se inspiram em filmes antigos de terror para fazer suas musicas, Existem muitas bandas, mas deixarei duas:

The Misfits – American Psycho: Nesse álbum, American Psycho, logo a primeira musica já é um nome de um filme estrelado por Vincent Price, um dos grandes atores de filmes de terror, o nome da musica é Abominable Dr. Phibes. American Psycho é um ótimo disco. Uma bos trilha sonora para jogar.

The Creeshow – Sell Your Soul: Essa banda faz um Rockabilly de primeira e nesse disco, Sell Your Soul, tem uma musica legal chamada Zombies Ate Her Brain e tem video clip facil de achar no Youtube.

Lista de Filmes:

O Mundo em Perigo (1954)

Drácula (1958)

O Lobisomem (1941)

O Monstro da Lagoa Negra (1954)

A Múmia (1959)

O Bebê de Rosemary (1968)

Poltergeist (1982)

Despertar dos Mortos (1978)

Madrugada dos Mortos (2004)

A Noite dos Mortos Vivos (1968)

A Volta dos Mortos Vivos (1985)

Nessa lista o único remake é Madrugada dos Mortos e Despertar do Mortos é o original. Esses dois filmes valem a pena assistir na sequencia se for possível. Outros remakes não recomendo… são fracos e distorcem muito do original.

Pessoal espero que tenham gostado da matéria que foi alem do jogo e foi para musica e filmes também, mas Zombies Ate My Neighbors vale a pena, um grande jogo para qualquer gameteca.

Até mais e boa jogatina.

Castlevania: Dracula X – PC Engine, Super Nintendo e PSP

Em 1993 a Konami lançou um novo Castlevania, mas dessa vez não foi um console da Nintendo que recebeu esse jogo. Naquela época o CD-Rom já começava a dar as caras nos consoles e o console escolhido para esse novo capitulo da série Castlevania foi o PC Engine (no ocidente esse console foi lançado como TurboGrafx-16). Com isso a Konami pode elevar o nível gráfico e áudio da serie a outro patamar, pois um CD havia espaço de sobra para o desenvolvedores criarem.

Em 1995 o Super Nintendo ganhou uma versão para ele e saiu com o titulo de Castlevania: Dracula X e em 2007 uma nova versão foi lançada para o PSP totalmente refeito, mas mesmo assim é o jogo. Bem, vamos analisar cada versão, mas antes a história do jogo.

O jogo se passa em 1792, Richter Belmont é o protagonista desse jogo. Ele é um jovem de 19 anos que parte busca de sua amada Annette que foi sequestrada por Shaft a mando de Drácula. Durante sua busca Richter descobre outras garotas cativas de Drácula e ajuda a liberta-las entre elas esta Maria Renard uma garota orfã de 12 e que tem parentesco com os Belmonts. Terra, uma freira que foi sequestrada e confunde Richter como uma manifestação de Deus. Iris é a médica da aldeia que foi atacada pelas forças de Drácula.

O jogo em si já foi considerado um spin-off da serie Castlevania, talvez por isso ele não é nomeado como Castlevania V e por que também a história foge um pouco do esquema de derrotar o Drácula a cada 100 anos e passa a ser uma história onde o mocinha parte em busca da amada.

PC Engine

250px-dracula_x_j_front dracula-x-cd

Trazendo belos gráficos graças ao poderoso hardware do PC Engine e a tecnologia digital dos CDs as musicas são perfeitas e cristalinas e foi nesse jogo que nasceram musicas que se tornaram eternas para milhares de jogadores em todo mundo. A história do jogo é contada em versão “anime”, digo anime entre aspas por que esta mais para mangá animado (confira as fotos) do que anime mesmo e todos os personagens são dublados.

captura-de-tela-de-2016-12-15-12-46-41captura-de-tela-de-2016-12-15-12-46-51 captura-de-tela-de-2016-12-15-12-47-41captura-de-tela-de-2016-12-15-12-48-00

Trazendo personagens com sprites gigantescos e cheio de detalhes Castlevania: Rondo of Blood é um colírio para os olhos e graças a esses sprites grandes o jogo usa e abusa dos efeitos de rotação e zoom do PC Engine e sem quebra de sprites como ocorreu em Super Castlevania IV que era o jogo anterior. Muitos dos inimigos desse jogo apareceram em futuras versões de Castlevania

captura-de-tela-de-2016-12-15-12-48-16captura-de-tela-de-2016-12-15-12-48-31 captura-de-tela-de-2016-12-15-12-48-46captura-de-tela-de-2016-12-15-12-49-36

O jogo 9 estagios com 4 rotas alternativas fazendo o jogador jogar mais de uma vez, mas isso não é ruim quando o jogo é tão bom quanto esse.

Após você terminar a primeira vez é possível jogar o a pequena Maria, basta terminar o jogo salvando ela pelo percurso e depois começar um novo jogo você vai ver ela ao lado do Richter.

captura-de-tela-de-2016-12-15-12-50-53captura-de-tela-de-2016-12-15-12-51-07 captura-de-tela-de-2016-12-15-12-51-42captura-de-tela-de-2016-12-15-12-52-28

Castlevania: Rondo of Blood para PC Engine foi um passo importante para a franquia Castlevania o segundo passo se daria anos mais tarde um com uma continuação direta do jogo com os personagens mais envelhecidos e um velho novo herói conhecido como Alucard.

captura-de-tela-de-2016-12-15-13-54-40captura-de-tela-de-2016-12-15-13-55-03 captura-de-tela-de-2016-12-15-13-56-06

Super Nintendo

castlevania_-_dracula_x_-_01

A versão para para SNES é uma adaptação direta da versão do PC Engine. Logicamente houve perdas nessa adaptação já que o Super Nintendo possui um hardware inferior ao PC Engine, mas o jogo não perdeu seu brilho e seus méritos sendo um excelente jogo para o SNES obrigatório em qualquer gameteca.

captura-de-tela-de-2016-12-19-10-24-08captura-de-tela-de-2016-12-19-10-24-40

No SNES existe somente duas fases alternativas (no PC Engine são quatro), Maria não é um personagem jogável, alguns gráficos de fases e personagens tiveram que ser redesenhados, mas você só saberá a diferença se jogar ambas as versões. A musica foi adaptada para o chip de som do SNES passando a ter aquele som característico do Super Nintendo com canais de eco.

captura-de-tela-de-2016-12-19-10-25-14captura-de-tela-de-2016-12-19-10-25-37 captura-de-tela-de-2016-12-19-10-26-18captura-de-tela-de-2016-12-19-10-27-01 captura-de-tela-de-2016-12-19-10-27-18captura-de-tela-de-2016-12-19-10-28-02 captura-de-tela-de-2016-12-19-10-28-16

O jogo foi lançado em 1995 e no Japão recebeu o nome de Akumajou Dracula XX e na Europa virou Vampire Kiss. Essa versão você pode ser conseguida via Virtual Console.

PSP

613-castlevania-the-dracula-x-chronicles-8-23-10-2007-platformer

Castlevania: The Drácula X Chronicles é um remake da versão do PC Engine, mas é um remake mesmo. O jogo é refeito em gráfico 3D (na verdade existe uma classificação mais técnica para os gráficos do jogo que é chamada de 2.5D) uncluindo as animações do jogo original que receberam uma nova roupagem 3D e logicamente todas dubladas. A jogabilidade é bem semelhante as suas versões 2D. Alem de jogar com a Maria o jogo ainda traz como um extra desbloqueável o jogo Symphony of the Night. Para que gosta de desafios esse jogo pode ser compensador já que o jogo tem uma certa dificuldade até para veteranos. Outro jogo obrigatória na coleção de qualquer pessoa ainda mais por trazer sua continuação direta Symphony of the Night, dois jogos pelo preço de um e só mais um detalhe o Symphony of the Night é a versão do Sega Saturn que traz a Maria como personagem jogável.

captura-de-tela-de-2016-12-19-10-34-55captura-de-tela-de-2016-12-19-10-35-09 captura-de-tela-de-2016-12-19-10-35-22captura-de-tela-de-2016-12-19-10-35-58 captura-de-tela-de-2016-12-19-10-36-16captura-de-tela-de-2016-12-19-10-36-33 captura-de-tela-de-2016-12-19-10-37-22captura-de-tela-de-2016-12-19-10-37-34

Pessoal, valeu pela visita e boa jogatina.

%d blogueiros gostam disto: