Arquivo da categoria: Mega Drive

Jurassic Park – Mega Drive

Jurassic Park para Mega Drive foi desenvolvido pela BlueSkye Software e Lançado pela SEGA em 1993 aproveitando o lançamento do filme o qual o jogo foi baseado.

Jurassic Park é um jogo de ação de visão lateral (o famoso Side Scrolling) e apresenta dois personagens com missões diferentes de um do outro.

O primeiro é o Dr. Alan Grant um dos personagens principais do filme. Digo um dos principais por que com certeza o Tiranossauro Rex no filme seja praticmente o principal personagem.

O segundo personagem um representante dos dinossauros, é o Velociraptor.

Claro que com isso cada personagem possui habilidades.

Dr. Alan Grant: Por ser humano é lógico que o Dr. Grant não vai sair por uma ilha cheia de dinossauros sem armas, mas existe alguns porém. O doutor não é um soldado e sim um cientistas e prefere estudar os dinossauros e mante-los vivo ao invés que sair matando eles então todas as armas do Dr. Grant são não letais. Dardos tranquilizantes, armas de choque e granadas de fumaça são suas armas e por os dinos somente para dormir quer dizer que eles pode acordar e voltar a te atacar, mas demora para acontecer. Dr. Grant tem uma única arma letal na verdade e é um lança foguetes sabe com o é né, tem um Tiranossauro Rex a solta no parque.

Velociraptor: Com o nosso amigo dinossauro não existe conversa mole com ele são garras e dentes. Os humanos que ele enfrentam não estão afim de preservar a vida dos dinos, eles usam armas letais, mas eles são bem frágeis e morrem fácil e só o fato deles pular na cabeça deles eles já são eliminados. Com o Velociraptor você também enfrenta outros dinos que tão são derrotados através de garras e dentes.

Os gráficos do jogos são ótimo e os personagens, sejam eles os principais ou os inimigos, possuem uma boa animação sendo o mais real e suave possível indiferente do tamanho do personagem. Os cenários de fundo foram muito bem trabalhados para que você, na era 16 bits, tivesse a melhor ambientação possível como faixo de luz passando entra as folhagens da floresta, corredeiras, regiões mas desérticas e até mesmo nas telas finais como o laboratório e claro muitos gráficos digitalizados incluindo o T-Rex que foi feito por digitalização de fotos do modelo do filme. Um grande ponto positivo para BlueSkye.

A história do jogo segue a a história do filme onde um projeto cientifico recirou e deram vida a criaturas extintas através do DNA delas encontrada em um mosquito preservado em ambar. A ilha do projeto era para ser uma atração publica. Durante a visita do Dr. Grant a ilha uma queda de energia acontece e as cercas eletrificadas pararam de funcionar os dinossauros fogem. O jogo começa nesse exato momento quando o Dr. Grant acaba encarando o próprio T-Rex na fuga dele.

Uma coisa que eu gosto de reforçar quando faço uma matéria sobre jogos baseados em filmes ou séries é que quem viveu nas décadas de 1980/1990 esses jogos baseados em series e filmes eram vistos como “coisa do outro mundo”. Eram sucessos garantidos porque já vinham com o peso do nome do filme/serie e o sucesso era garantido na visão das produtoras e na visão do jogador era como viver a aventura do filme em casa tomando decisão pelo personagem principal, era participar do filme, era viver o filme por isso era “coisa do outro mundo”. Hoje filmes são fáceis de achar e assistir, mas na época filmes era somente no cinema ou locadoras, comprar filme era quase impossível, mas lógico que com o passar do tempo o home vídeo ficou popular e fitas VHS começaram a ser compradas ao invés de alugadas, mas mesmo assim se queria ver um filme diferente deveria alugar. É nesse cenário que jogos baseados em filme/séries faziam sucesso independente se era bom ou ruim.

Agora Jurassic Park para Mega Drive é um grande jogos mesmo que se ele não tivesse Jurassic Park como nome seria um ótimo jogo Esperam que tenham gostado da matéria que embora seja um pouco curta, o jogo em si é um pouco curto em menos de uma hora você pode termina-lo, mas Jurassic Park é daqueles jogos que precisam ser jogados. Boa Jogatina e até mais.

Zombies Ate My Neighbors – Mega Drive e Super Nintendo

Zombies Ate My Neighbors foi desenvolvido pela Lucas Arts e lançado pela Konami em 1993 para o Mega Drive e o Super Nintendo, mas hoje em dia é fácil achar o jogo no Virtual Console para o Wii.

maxresdefault2364727-snes_zombiesatemyneighbors

A primeira impressão que você tem ao começar Zombies Ate My Neighbors é que ele é uma paródia sobre filmes antigos de terror, mas em uma analise mais profunda ele também é uma homenagem aos filmes de terror. Essa homenagem vai desde os filmes de ficção cientifica e terror com os monstro clássicos (vampiros, lobisomens, etc.) até os filmes Slashers tipo Sexta-Feira 13 e Halloween ótimo para quem é fã de filmes de terror.

captura-de-tela-de-2017-01-17-11-13-08captura-de-tela-de-2017-01-17-11-13-25

No jogo você é Zeke ou Julie ou melhor ainda, os dois, caso tenha alguém para jogar com você e cabe aos dois heróis do jogo resgatar seus vizinhos antes que os zumbis os peguem. Bem não há somente zumbis existem outros monstros que você terá de enfrentar também.

O jogo não se limita a zumbis somente, embora eles sejam as “estrelas” na capa do jogo, existem vários outros inimigos que fazem referencia a vários filmes de terror (deixarei um pequena lista de filmes legais e que foram referencia a esse jogo no fim da matéria). Além dos vampiros e lobisomens que já citei tem alienígenas, OVNIs, formigas gigantes, bebês demoníacos e bonecas possuídas. O jogo possui 55 estágios que vão de áreas suburbanas (onde começa salvando seus vizinhos) e depois disso você vai um shopping center, para uma piramide, um castelo mal assombrado, etc..

captura-de-tela-de-2017-01-17-11-13-43captura-de-tela-de-2017-01-17-11-14-05

Para enfrentar a grande variedade de inimigos existe também uma grande variedade de armas e algumas bem exóticas. Você tem a disposição pistolas d’aguas, lata de refrigerantes explosivas, lança chamas, crucifixos, pratos, extintores de incêndio, etc. Você tem que ficar atento a seu tipo de arma contra um determinado tipo de inimigo por exemplo contra vampiros use crucifixos, outra arma não será eficiente

A história do jogo é a seguinte:

Um cientista maluco chamado Dr. Tongue vem realizando um monte de experiencias com monstros em seu castelo e agora ele simplesmente soltou eles em uma vizinhança próxima e assim começou o terror do moradores daquele bairro. Dois adolescentes Zele e Julie vendo o ataque das criaturas a seus vizinhos resolvem tomar uma atitude e dar um jeito de salvar seus vizinhos e amigos, munidos de armas nada convencionais ele parte com tudo para cima dos monstros.

Existem poucas diferenças entre as versões Mega Drive e Super Nintendo, mas na versão do Mega Drive o lança chamas foi removido e só.

captura-de-tela-de-2017-01-17-11-14-54captura-de-tela-de-2017-01-17-11-15-53

Você também irá encontrar esse jogo com o titulo de Zombies. Em países como Portugal, Noruega França, Espanha, Dinamarca, Finlândia, Áustria, Alemanha, Reino Unido, Itália e Suécia o jogo sofreu censura e por isso que o titulo.

2653685-2425737634-20848

Zombies Ate My Neighbors é um dos jogos mais legais que já foram lançados a Lucas Arts sempre fez grande jogos creio que nã ha um jogo ruim dessa produtora e Zombies Ate My Neighbors não é uma exceção. Pode comprar de olho fechado.

captura-de-tela-de-2017-01-17-11-16-37captura-de-tela-de-2017-01-17-11-16-52

Eu falei que iria deixar uma lista de filmes e vou, mas gostaria de deixar duas bandas em particular que se inspiram em filmes antigos de terror para fazer suas musicas, Existem muitas bandas, mas deixarei duas:

The Misfits – American Psycho: Nesse álbum, American Psycho, logo a primeira musica já é um nome de um filme estrelado por Vincent Price, um dos grandes atores de filmes de terror, o nome da musica é Abominable Dr. Phibes. American Psycho é um ótimo disco. Uma bos trilha sonora para jogar.

The Creeshow – Sell Your Soul: Essa banda faz um Rockabilly de primeira e nesse disco, Sell Your Soul, tem uma musica legal chamada Zombies Ate Her Brain e tem video clip facil de achar no Youtube.

Lista de Filmes:

O Mundo em Perigo (1954)

Drácula (1958)

O Lobisomem (1941)

O Monstro da Lagoa Negra (1954)

A Múmia (1959)

O Bebê de Rosemary (1968)

Poltergeist (1982)

Despertar dos Mortos (1978)

Madrugada dos Mortos (2004)

A Noite dos Mortos Vivos (1968)

A Volta dos Mortos Vivos (1985)

Nessa lista o único remake é Madrugada dos Mortos e Despertar do Mortos é o original. Esses dois filmes valem a pena assistir na sequencia se for possível. Outros remakes não recomendo… são fracos e distorcem muito do original.

Pessoal espero que tenham gostado da matéria que foi alem do jogo e foi para musica e filmes também, mas Zombies Ate My Neighbors vale a pena, um grande jogo para qualquer gameteca.

Até mais e boa jogatina.

Golden Axe III – Mega Drive

Se você foi (ou ainda é) dono de um Mega Drive e jogou em um cartucho americano com certeza você jogou um jogo pirata. Sim meu amigo(a), pois em 1993 quando o jogo foi lançado no Japão ele foi considerado o pior jogo da serie, com vendas baixas e criticas duras fazendo a SEGA do Japão não lançar o jogo no mercado ocidental em cartucho, mas via Sega Channel (serviço online as SEGA para o Mega Drive na época) o jogo foi lançado no mercado americano. Por isso que afirmo que se você jogou Golden Axe III e não era um jogo original japonês você jogou um jogo pirata.

goldenaxe3

Sabe aquela sensação de ser enganado? Foi isso que senti quando descobri essa informação sobre o jogo e fiquei indignado como um dos jogos que eu gosto muito até hoje ter sido fracasso de vendas e não ter caído no gosto dos jogadores orientais.

captura-de-tela-de-2016-09-30-17-04-54captura-de-tela-de-2016-09-30-17-05-33

Com o passar do tempo nós ocidentais “ganhamos” as nossas versões em forma física do jogo em 2006 na coletânea Sega Genesis Collection para PlayStation 2 e para PSP, em 2007 uma versão para o Virtual Console foi lançado e nessa mesma época o jogo foi duramente criticado por um site de videogame por ser considerado o pior do pior do Mega Drive.

Foi também criticado por não ser Golden Axe. Realmente é o jogo mais diferente da serie e com muita coisa extra que não havia nos outros jogos, até mesmo os dois que foram lançados para arcade, agora chegar que não há algo de Golden Axe já é exagero.

Em 2009 uma nova coletânea de jogos da SEGA foi lançado o Sonic’s Ultimate Genesis Collection trazendo entre eles todos os jogos da serie Golden Axe para o Mega Drive. Mais uma chance de jogar Golden Axe III sem recorrer a emulação.

captura-de-tela-de-2016-09-30-17-05-48captura-de-tela-de-2016-09-30-17-06-08

Criticas negativas a aparte o jogo trouxe muitas inovações como até a inclusão de um quarto personagem jogável, os teamworks attacks, teamwork magic spells e golpes especiais.

Os teamworks attacks consistem, como o próprio nome diz, uma ataque especial em time ou dupla no caso para fazer é preciso que um fique de frente para o outro repare que eles fazem um sinal de positivo com a cabeça quando estão bem de frente nesse momento aperte o botão de ataque eles fazem um golpe combinado. O mesmo vale para o teamwork magic spells só que aperte o botão de magia e as magias serão combinadas criando um efeito gráfico muito legal, praticamente são magias novas e é claro que elas também ficam mais poderosas.

Agora os golpes especiais são ao estilo Street Fighter. Com comandos de “hadoukens” e “sonic booms” os personagens soltam especiais (sem custo de magia pode soltar esses golpes a vontade) e não foram isso que mudou os golpes normais também foram ampliados. Por exemplo para baixo e golpe o personagem da uma “rasteira” e varia de acordo com o personagem. O golpe usando pulo e golpe juntos continua e se você colocar pra frente nesse mesmo golpe saiu outro, pule e coloque para baixo o direcional mais ataque e sairá outro golpe.

captura-de-tela-de-2016-09-30-17-06-45captura-de-tela-de-2016-09-30-17-07-02

Viu? Muita coisa evoluiu agora ao agarra o inimigo você pode dar golpes como as joelhadas do Cody em Final Fight.

Em Golden Axe III agora você pode trilhar caminhos diferentes. No fim de uma fase ou no meio delas você terá que escolher um caminho a seguir que levará a outras opções de caminho e com isso o tempo de gameplay do jogo aumenta. As escolhas de caminhos influencia o final, mas vale a pena conhecer cada tela do jogo.

Os anões estão de volta e trouxeram as poções com eles, mas agora todo item caído no chão não é pego mais passando por cima dele para pega-lo você precisa apertar o botão de ataque assim acaba um pouco a briga quando se joga de dupla e sem querer você pega a magia e a energia que era para ser do outro.

captura-de-tela-de-2016-09-30-17-07-14captura-de-tela-de-2016-09-30-17-07-58

Você também precisa salvar os civis no jogo. Pessoas das vilas e cidades que foram capturadas e mantidas como reféns para salva-las você precisa derrotar o inimigo que guarda ela e quando você liberta essas pessoas elas você ganha um “Ank” que fica debaixo da sua barra de life a cada cinco Anks você ganha uma vida. Algumas pessoas também estão presas em cristais basta salva-las.

captura-de-tela-de-2016-09-30-17-08-14captura-de-tela-de-2016-09-30-17-08-42

A história do jogo é a seguinte.

Damud Hellstrike, The Prince of Darkness roubou o Golden Axe e colocou uma maldição em todos os guerreiros, mas um guerreiro não sucumbiu a maldição e livre partiu para salvar os outros, acabar com o vilão e recuperar o Golden Axe.

captura-de-tela-de-2016-09-30-17-09-02captura-de-tela-de-2016-09-30-17-09-26

Todos os guerreiros nessa história são os personagens do jogo aquele que você escolhe logicamente não tem maldição os demais personagens viram chefes de fase por estarem sob a maldição e um dos finais é esse onde você salva a todos e o outro é quando você não salva todos.

Dos personagens do jogos anteriores somente Gilius permanece, mas somente como uma especie de mentor, os demais são novatos.

captura-de-tela-de-2016-09-30-17-09-45captura-de-tela-de-2016-09-30-17-09-57

Kain Grider – é o novo bárbaro do jogo. Sua tribo foi praticamente dizimada pelas forças do exercito de Damud. Sua magia é ligada a água.

Sahra Burn – é a nova amazona do jogo. Ela é ma mistura de dançarina com espadachim, usa uma espada curva de curto alcance, mas ela é bem rápida no ataque então compensa o alcance da arma e também tem um pulo duplo. Sua magia é baseada no fogo.

Proud Cragger – Ex-prisoneiro de Damud. Libertado por Gilius, Cragger é o personagem mais forte e mais lento também de todos os personagens. Sua magia é baseada em terra.

Chronos “Evil” Lait – O homem-pantera no jogo. Ele é uma criação feita pela magia negra de Damud que agora se revolta contra seu criador. Sua magia é baseada no vento.

Não acredito que Golden Axe III seja uma patinho feio da SEGA. Nunca encontrei alguém que não tenha gostado do jogo e nunca achei alguém que o criticasse da mesma forma como foi criticado.

Por isso convido a todos a jogarem para quem nunca jogou e de sua opinião essa é a melhor critica, a pessoal sei que existe jogos ruins (ruins não, mal executados) e que muita gente gosta.

Então joguem e tenha um bom divertimento. Até a próxima.

Golden Axe II – Mega Drive

Golden Axe II chegava ao Mega Drive em 1991 no Japão e em 1992 para o resto do mundo trazendo ou melhor reescrevendo a formula de sucesso do primeiro titulo. Sendo agora um titulo original para o console e não mais uma adaptação do arcade fez com que a SEGA tivesse mais liberdade em criar e inovar e olha que eles foram a fundo nisso. O jogo saiu somente para o Mega Drive e anos mais tarde saiu na coletânea Sonic’s Ultimante Collection para o PlayStation 3 e Xbox 360.

135-golden-axe-ii-7-26-12-1991-beat-em-upgoldenaxe2j

Livre para criar o pessoal da SEGA caprichou em tudo gráfico, jogabilidade musica. Tudo ficou mais épico e se Golden Axe tinha uma certa inspiração nos filmes antigos do Conan esse jogo vem confirmar isso. As melhorias do jogo podemos dividir em duas partes gráficas e jogabilidade e as melhorias gráficas podemos ver logo de cara com cenários ricos em detalhes e novos inimigos cheios de detalhes. Ax Battler e Tyris Flare ganharam novos detalhes faixas e tiaras e roupas mais “comportadas” embora a Tyris ficou mais peituda. Gilius Thunderhead não teve modificações gráficas em relação ao primeiro jogo, mas em relação a jogabilidade ele teve mudança assim como os outros dois personagens.

captura-de-tela-de-2016-09-28-22-57-50captura-de-tela-de-2016-09-28-22-58-28

Os cenários vão de vilas, pântanos, cavernas e palácios todos muito bem feitos expandindo muito bem o universo de Golden Axe. Os anões que carregavam (e roubavam) as poções que davam magia foram substituídos por magos que também são inimigos e ao derrota-los eles deixam cair livros no chão e esses livros substituem as poções do primeiro jogo. A magia também houve mudança não só na parte gráfica, mas também em sua mecânica. Graficamente falando todas as magias foram redesenhadas (até o novo dragão da Tyris ficou mais invocado) e os elementos ainda são os mesmo para os personagens Tyris é o fogo, Ax é o vento e Gilius a terra e como eu disse a mecânica delas mudaram no primeiro jogo você apertava o botão de magia e usava todas elas já em Golden Axe II você tem um controle maior sobre o nível de magia que você quer usar. Como assim? Você deve perguntar é simples a magia ela é “carregada”. Quando você pressiona o botão da magia o indicador mostra vai mostrando quantas magias você vai usar (ele vai ficando branco) e se você manter o botão pressionado até todas as magias estiverem brancas você solta todas de uma vez e da mesma forma que se você só der um toque no botão você só vai usar um ponto de magia e logicamente é a magia mais fraca. Ufa! Ficou complexo demais? Não tem problema é só entrar no options antes de começar o jogo e mudar magia para normal e assim fica como era no primeiro jogo soltando todas de uma vez só.

captura-de-tela-de-2016-09-28-22-58-47captura-de-tela-de-2016-09-28-22-59-33

A jogabilidade ficou parecida, mas foi melhorada. No primeiro jogo os personagens principais eram um pouco mais lento no ataque em relação ao inimigo e nesse segundo jogo a velocidade foi aumentada deixando os personagens superiores ao inimigos, mas para balancear essa jogatina a quantidade de inimigos e a forma como eles atacam pesam contra os personagens principais.

captura-de-tela-de-2016-09-28-23-00-46captura-de-tela-de-2016-09-28-23-01-21

No primeiro jogo você deve lembrar que os personagens tinham um golpe apartando pulo e golpe juntos onde a Tyris e o Ax davam um golpe girando o corpo e a espada atacando o inimigo que estava atras do personagem e o Gilius dava uma cambalhota para trás e atacava com o machado então aqui em Golden Axe II houve mudanças boas agora os golpes atacam tanto o inimigo da frente quanto inimigo de tras e agora cada um tem um golpe especifico. Gilius finca o machado no chão e roda em torno dele chutando os inimigos, Ax da um golpe de baixo para cima e em seguida pula dando um golpe de cima para baixo no inimigo de trás e Tyris da um chute de “bicicleta” atingindo o inimigo a frente e atras.

captura-de-tela-de-2016-09-28-23-01-59captura-de-tela-de-2016-09-28-23-02-22

Se lembra do mapa que tinha entre uma fase e outra mostrando o trajeto que os heróis estão fazendo

Até mesmo as novas criaturas que são usadas como montaria e ataque tem uma jogabilidade superior ao seus antecessores. É o pessoal da SEGA trabalhou muito bem nesse jogo.

captura-de-tela-de-2016-09-28-23-03-17captura-de-tela-de-2016-09-28-23-03-39

O som é outro show a parte a musica leva a mundo de batalhas da fantasia medieval de Golden Axe um exemplo da musica procure a a faixa Dragon’s Throat Cave pela internet ou quando você estiver jogando é a musica daquela tela que tem o rio de lava correndo ao fundo dela.

captura-de-tela-de-2016-09-28-23-04-01captura-de-tela-de-2016-09-28-23-04-31

Então. Death Adder morreu no jogo anterior e Golden Axe foi recuperado qual é a história agora?

Bem o Golden Axe esta de posse de um novo exercito do mal liderado por Dark Guld e levando a destruição por onde passa então agora cabe novamente a Ax Battler, Tyris Flare e Gilius Thunderhead acabar com esse novo exercito, derrotar Dark Guld e recuperar o Golden Axe.

captura-de-tela-de-2016-09-28-23-05-02

O jogo ainda tem o modo duelo como modo extra e sinceramente é um modo que nunca tive vontade de jogar e que o pessoal SEGA deveria ter feito mais estágios para o jogo, pois Golden Axe II é um jogo curto (não que o primeiro fosse mais longo) e algumas fases a mais seria uma boa ideia.

Obrigado a todos pela visita e boa jogatina a todos.

Fighting Masters – Mega Drive

Fighting Masters é um titulo exclusivos para o Mega Drive com produção da Amlanic e lançamento pela Treco e chegou ao console da SEGA em 1992 na onda de jogo de luta lançado por Street Fighter II.

Street Fighter II nos arcade dominava tudo e influenciava tudo era um fenômeno. Jogo de luta um contr um apareciam em todos os lugares das mais variadas produtoras e foi nesse cenário que Fighting Masters apareceu no consoles.

fighting-masters_frontfighting_masters_cover

Sempre que surge uma jogo novo as produtoras tendem a criar novas jogabilidades para que, mesmo seja comparado a algum jogo ele possa ter alguma coisa original e em Fighting Masters foi criada para o controle de três botões do Mega ficando assim um botão para ataque e um para pulo.

São os controles mais simples que existe para uma jogo de luta do gênero.

captura-de-tela-de-2016-09-22-16-51-10captura-de-tela-de-2016-09-22-16-51-48

As lutas acontece em arenas fechadas e ao arremessar os inimigos contra uma parede ele sofrerá dano e ao bater no chão também sofrerá dano. Jogar o inimigo contra a parede é uma boa tática.

O jogo não tem golpes especiais do tipo magia, mas tem umas combinações na hora do arremesso. Colocar o direcional para cima ou para baixo na hora do com algum botão (seja ataque ou pulo) sempre vai sair um golpe diferente para cada lutador.

captura-de-tela-de-2016-09-22-16-52-20captura-de-tela-de-2016-09-22-16-52-34

Os gráficos do jogo são bons para época com personagens bem detalhados e bons quadros de animação.

O som é o ponto forte do jogo seja a musica ou os efeitos sonoros ficaram legais chegando a mesmo a momentos de tenção e a musica já mostra a qualidade já na tela de abertura com um Death Metal em chiptunes.

captura-de-tela-de-2016-09-22-16-52-52captura-de-tela-de-2016-09-22-16-53-12

Lista de Personagens

Japonês Americano
Larry Dirk
Elepha Mastodon
Flamer Eqqus
Morin Morin
Beowolf Grinder
Goldrock Goldrock
Tomahawk Phoenix
Zrygunte Zygrunt
Medusa Rotundo
Drason Xenon
Dio Dio
Eyesight Uppercut
Lord Valgasu Lord Valgasu

História

O Lord demônio chamado Valgasu lidera um exercito para dominar 12 planetas. Ele conquista os 12 planetas e transforma seus governantes em escravos. Através de um campeonato de lutas cada um desses escravos pode ter a chance de confrontar o Lord demônio e conseguir a liberdade.

captura-de-tela-de-2016-09-22-16-53-42captura-de-tela-de-2016-09-22-16-54-01

Quando comprei a revista Super Game 9 em abril de 1992 eu fiquei louco para alugar aquele jogo, mas como foi dificil conseguir isso. O jogo sempre estava alugado e olha que chegava antes da locadora abrir, mas igual eu existia outros querendo jogar e com o tempo (uns dois meses depois) eu aluguei e como joguei. Como o jogo era divertido (era não, é ainda) e depois que eu aluguei ele pela primeira vez ficou mais fácil alugar outras vezes, creio eu que os outro jogadores esperavam um jogo ao estilo Street Fighter II e ele não era. Sorte minha, pois eu joguei pra caramba. Preciso dizer meu veredicto?

4376-1

Agradeço a visita e aproveitem esse jogo por que ele vale a pena, diversão não irá faltar.

%d blogueiros gostam disto: